domingo, 13 de outubro de 2013

Arcos do Triunfo

Vasculhando blogs de viagem a procura de um novo destino percebi que nós temos uma forte tendência de tirarmos fotos em monumentos que, de certa forma, identificam a cidade, e creio que os mais fotografados são os Arcos do Triunfo. 


Vocês sabem qual era para os romanos a finalidade da construção de um Arco do Triunfo? 
Pois bem, em cada batalha ganha o imperador utilizava-se da construção de um arco para simbolizar a vitória da mesma. Nem todos os arcos da antiguidade sobreviveram, mas mesmo assim serviram de inspiração para a construção de novos marcos. A exemplo estão os arcos Neoclássicos: Arco do Triunfo de Paris e Arco do Triunfo da Rua Augusta.




E como boa turista que sou é claro que eu já fotografei vários destes Arcos. o Arco do Triunfo mais fotografado do mundo é o Arco do Triunfo de Paris, construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão Bonaparte. Inaugurado em 1836, a monumental obra detém gravados os nomes de 128 batalhas e 558 generais. Em sua base situa-se o Túmulo do soldado desconhecido (1920). O arco localiza-se na Praça Charles de Gaulleuma das duas extremidades da avenida Champs-Élysées. (Fonte Wikipédia).




O Arco de Wellington ou o Arco da Constituição, ou ainda Arco de Green Park, está situado ao sul de Hyde Park, centro de Londres, foi projetado em 1825 por Jorge IV para comemorar as vitórias britânicas nas Guerras Napoleônicas. 



Já o Arco do Triunfo de Bruxelas ou Arcadas do Cinquentenário é um monumento construído no Parque do Cinquentenário em Bruxelas, para celebrar os cinquenta anos da independência da Bélgica.  


Paris revela outra particularidade, já que possui, além do famigerado Arco do Triunfo, dois outros monumentos que seguem o mesmo estilo, o Arco do Triunfo do Carrossel e o Arco de La Défense, perfeitamente alinhados, o que impressiona, pois foram construídos em épocas distintas. O primeiro, atualmente parte integrante do complexo onde se situa o Museu do Louvre, a mando de Napoleão Bonaparte, foi erigido para celebrar seus triunfos militares e diplomáticos e foi inspirado no Arco de Constantino de Roma. Já o segundo é o maior centro empresarial da Europa, com 110 metros foi inaugurado em 1989 para comemorar o bicentenário da Revolução Francesa.



Eu também fotografei - mesmo que tenha aparecido só no semblante da foto - o Arco de Constantino, eu estava tão emocionada e impressionada com a grandiosidade do Coliseu que acabei esquecendo-me de fotografar o Arco de uma proximidade maior. Este por sua vez foi erigido para comemorar a vitória de Constantino na Batalha de Ponte Mílvio, 312. O Arco foi inaugurado oficialmente em 25 de julho de 315. (Fonte Wikipédia). 



Existem ainda outros que eu pretendo conhecer, como por exemplo, o de Lisboa e o de Barcelona. E como este post exigiu um pouco de pesquisa eu acabei encontrando até um Arco do Triunfo no Brasil, sim ele está localizado na cidade de Caicó - RN e foi construído em homenagem à passagem da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima pela cidade, inaugurado em agosto de 1958.


Outro monumento contemporâneo e muito interessante é o Arco do Triunfo localizado em Pyongyang, capital da Coreia do Norte, foi construído em 1982 para homenagear Kim II-sung e seu papel como líder guerrilheiro dos coreanos durante a Segunda Guerra Mundial, em seu septuagésimo aniversário. (Fonte Wikipédia). 


Mesmo havendo uma classificação para eles - em Clássicos, Neoclássicos e Contemporâneos - o objetivo sempre se mantém, pois todos foram construídos com a finalidade de celebrar algo, e com certeza fazem parte das rotas turísticas de seus países tornando-se parada obrigatória para todos os turistas.

Nem todas as fotos deste blog são de minha autoria, caso deseje os créditos por alguma foto ou a sua remoção favor encaminhar e-mail para: crisianiii@hotmail.com

2 comentários:

  1. Adorei, lindas fotos!!!! Ótimo texto. Beijos, Daia.

    ResponderExcluir
  2. Adorei, lindas fotos!!!! Ótimo texto. Beijos, Daia.

    ResponderExcluir