quinta-feira, 14 de junho de 2012

Uma linda história de vida

Ontem faleceu minha querida bisavó, ironia do destino ou não, partiu justamente no Dia de Santo Antonio, uma mulher que tinha o sonho de ver todos os netos e bisnetos casados e com filhos, para que assim perpetuássemos a família linda que ela formou.




Nas palavras de minha prima Mara Lucia Merisio, queremos contar um pouco dessa grandiosa história de vida:

"Ontem faleceu uma mullher extraordinária, minha avó MARIA LEONIDA MERISIO, nossa vovó Merisio. Às vésperas de completar seu centenário, dia 10 de setembro de 2012. Nunca ficara doente. De pneumonia, em Chapecó. Morava em Águas de Chapecó onde seu marido fora o primeiro prefeito e professor na cidade.


Maria Leonida e Silva, nasceu no Município de Cachoeira, linha do Araçá, Freguesia de São Bonifácio, filha de José Francisco e Silva, agricultor e "inspetor de quarteirão "e de Anna Josephina Genevro, sendo seus avós paternos Manoel Francisco e Silva e Laurinda Joaquina de Souza e maternos Natalino Genevro (Turim 1868 - 1953) e Carolina Maria e Silva.


Casou-se com José Merisio, em 27/10/1930, ele nascido na Linha 9 de Guaporé, hoje Serafina Correia, filho de Carlo Merisio (Caravaggio- It) e Petronilla Brighentti, tendo como avós paternos Giuseppe Merisio e Elisabetta Gatti Merisio e como avós maternos Pedro Brighenti e Maria Genari Brighenti. 


Maria Leonida, vovó Merisio, casou-se com 18 anos e vovô Merisio, com 22, no Município de Caxambu do Sul-SC


Esta admirável mulher teve vasta descendência, 11 filhos:

ALCIDES MERISIO, já falecido, que foi casado com Lurdes Burtett (Vania Maria, Vera Lúcia, Angela Maria, Marisa de Fátima e Márcia Salete);

JOSÉ CARLOS MERISIO, casado com Judite Zeni (Valmor);
ANA TEREZINHA, que morreu com 15 meses;
IVO ELOY MERISIO, casado com Eloíde Canepelle (Sérgio, Carlos, Adriana e Sandra Mara);
ELPIDIO ANTONIO MERISIO, já falecido, que do casamento com Nilva Schaefer teve os filhos Mara Lucia, Luiz Carlos, Claudia Regina, Paulo Roberto, Júlio César, Fernando Henrique;
ALINA MERISIO, casada com João Rodrigues, (Rosângela, Paulo, Lucia Helena, Carla);
EVALDO MERISIO, casado com Lenira Sartori (Marlise Aparecida e Marco Antonio);
ALTINO MERISIO, casado com Dirce Languinotti (Jarbas e Angaci),
NELSON TADEU MERISIO, casado com Lourdes (Indaia, Eloisa e Luis Henrique);
DORILDES MERISIO que foi casada com Sérgio Vieira (Françoise, Aydê e Monalisa).


Família grande, numerosa, netos, bisnetos, trinetos, tataranetos.


Meu coração está triste, apesar de todos falarem que ela viveu uma vida bem vivida, mas queria você aqui, poxa. Tantas perdas nestes anos. Fico pensando que foi melhor meu pai ter ido antes para te esperar, porque ele iria ficar arrasado se te perdesse.

Esteio, doçura, contentamento, bom humor, simplicidade, grandiosidade, senso de humor, tantas palavras e nada poderia definir esta mulher que não conheceu a mãe e que chorou ao ver a fotografia dela. Que adorava que enrolassem seus cabelinhos com bobs verdes, que só branquearam mesmo depois dos 90. Ah, o cheiro de bolinho de chuva, cadeira de palha na área e uma boa prosa, contando da vida e nos dando exemplos. Bondade, tanta bondade, concessões, doçura.

Lembro-me ter trazido a benção do papa quando fui ao Vaticano e ela dormia com ela no colo dizendo que agora ela ia pro céu. 

Ah, vovó, você me fez acreditar no mundo melhor, na magia da vida, nas pessoas maravilhosas, na beleza de todas as coisas, e na grandiosidade do simples, de viver o melhor que podemos com aquilo que temos.


Quando estavam fechando o caixão do vovó, lembro-me que você aproximou-se bem devagarinho e disse no ouvido dele, me espera, meu amor, que eu logo vou. 


"Voa, meu passarinho, voa, você agora está com seu amor", o companheiro que você elegeu para sua vida e para ser o seu céu."


Agradeço a colaboração da minha prima Mara, e sempre digo, queria Deus que possamos ter uma vida tão linda e repleta de virtudes como a da nossa eterna Vovó Merisio, descanse em paz.

10 comentários:

  1. Emocionei-me. Linda história e fazemos parte dela. Isto é gratificante. Daia.

    ResponderExcluir
  2. Sim tudo de bom, história linda, família Merisio linda por dentro e por fora, pq sim somos gatos como diz o tio Altino. Está para nascer família mais linda que a nossa kkkkkkkkkkkk...

    ResponderExcluir
  3. É prima, até achei que iria te encontrar lá. Que bom vc deixar viva a história da nossa familia. Lógico, família LINDA!!!! Bjos!
    Indáya

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é prima, eu até fui, mas tivemos um imprevisto e mal chegamos tivemos que voltar, precisamos nos encontrar nos momentos alegre né? Bjo.

      Excluir
  4. Prima Crisi, obrigada por oportunizar neste teu blog maravilhoso, apimentado e vibrante como tua personalidade, momentos de sensibilidade e homenagens como este, que fizemos à nossa querida vovó Merisio. Meu agradecimento à vc, parabenizando-a por esta iniciativa tão linda! ! Abraça-a, carinhosamente, Mara Lucia Merisio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela tua participação Mara, bjs.

      Excluir
  5. Crisi, sou neta de um primo da sua vó (Genevro). Poderia me passar seu contato, pois gostaria de saber mais sobre a família. meu e-mail é giovanagenevro@hotmail.com
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Tudo Bem, a minha família é Merisio que morava em Bergamo

    ResponderExcluir